Páginas

domingo, 2 de outubro de 2011

Textos e interpretação para o 5 ano

ALUNO(A):____________________________________DATA:____/_____/_____ 5º____

Questão 1:
                                                                   A galinha medrosa

Logo ao nascer do sol, uma galinha medrosa, que acordou antes das outras, saiu do galinheiro.
Ainda tonta de sono e meio distraída, viu a própria sombra atrás dela e levou o maior susto:
- Cocó... cococó... cocoricó... socorro! Tem um bicho horroroso me perseguindo! Cocoricó... cocoricó...
E saiu correndo pra lá e pra cá, toda arrepiada, soltando penas para tudo quanto é lado.
A barulheira acordou as outras galinhas que, assustadas saíram do galinheiro (...)
Fonte: LACOCCA, Liliana e Michele. A galinha e a sombra. SP: Ática, 1990.

 De acordo com o texto, o que provocou medo na galinha:
 A (  ) Acordar com o nascer do sol.
B (  ) Ver sua própria sombra.
C (  ) Acordar antes das outras.
D (  ) Ver um bicho no galinheiro.


Questão 2:                           Isso não está me cheirando bem

Imagine uma bolinha de neve no topo de uma montanha e quando ela chegar lá embaixo, vai ter virado um imenso bolão, não é? Isso é o que acontece com o lixo.
           Cada um de nós, brasileiros, produz mais ou menos
500 gramas de lixo todos os dias. Parece pouco, mas é só fazer as contas. Todos os dias, esse lixo vira um bolão de milhões de toneladas! Só na cidade de São Paulo, são produzidas 12 mil toneladas por dia.
           Para resolver esse problemão, a reciclagem é uma grande idéia!  Na reciclagem, o lixo é tratado e será reaproveitado para fazer novos produtos.
           Para reciclar, é preciso primeiro separar os tipos de lixo feitos de plástico, papel  metal e vidro, que são materiais reaproveitáveis. É por isso que em alguns lugares a gente encontra aquelas lixeiras coloridas.
                                        Suplemento “O Estadinho”, agosto/2006
O texto foi escrito para:
A (  ) Informar as pessoas.
B (  ) Divertir as pessoas.
C (  ) Promover um produto.
D (  ) Dar um recado

Questão 3:

O louco acorda de manhã e encontra um pingüim no quintal. O vizinho do louco, que estava espiando pelo muro, faz uma sugestão:
- Por que você não leva o pingüim para o zoológico?
- Boa idéia! Vou levar.
No dia seguinte, o vizinho encontra o louco com o pingüim no colo.
- Ué!? Você não levou o pingüim para o zoológico?
- Levei, sim. Hoje vou levá-lo ao parque de diversões e amanhã vamos ao shopping center.
Fonte: “Meu primeiro livro de piadas”; Fizetto, Ângela - Editora Todo livro

-    Por que o vizinho ficou surpreso ao encontrar o louco com o pingüim no colo?

A (  ) Porque não se coloca pingüim no colo.
B (  ) Porque ele não gostou de ir ao zoológico.
C (  ) Porque ele não levou o pingüim para passear no zoológico.
D (  ) Porque o louco não entendeu o que ele tinha sugerido.

Questão 4:
O lobo e a cabra

Um lobo, tendo visto uma cabra pastando numa montanha escarpada, e como não pudesse chegar até lá, pediu-lhe que descesse, pois, sem perceber, ela poderia cair de lá de cima. Disse ainda que o pasto onde ele estava era melhor, que a relva estava florida. Mas a cabra lhe respondeu: “ Não é em meu benefício que me chamas para o pasto, mas porque tu próprio estás sem alimento”.
Esopo: Fábulas completas.

A cabra não atendeu a sugestão do lobo por que:
A (  ) fingiu que não ouviu o lobo.
B (  ) não concordou que o pasto era melhor.
C (  ) percebeu que o lobo falava de uma coisa, mas queria outra.
D (  ) ela não conseguiu descer do monte.


Questão 5
A raposa e as uvas

Uma raposa passou por baixo de uma parreira carregada de lindas uvas. Ficou logo com muita vontade de apanhar as uvas para comer.
Deu muitos saltos, tentou subir na parreira, mas não conseguiu.
Depois de muito tentar foi-se embora, dizendo:
— Eu nem estou ligando para as uvas. Elas estão verdes mesmo...
Ruth Rocha.                                                Fábula de Esopo. São Paulo: FTD, 1992.

O motivo por que a raposa não conseguiu apanhar as uvas foi que
A (  ) a raposa não quis subir na parreira.
B (  ) a parreira era muito alta.
C (  ) as uvas ainda estavam verdes.
D (  ) as uvas eram poucas.

Questão 6

Leia o texto abaixo e responda às questões seguintes:
O canário, o gato e o cuco
  O gato passou na casa do canário.
              _ O canário está?
             O cuco do relógio foi logo avisando:
              _ Cuco! Sete horas... O canário foi tomar café.
             _ Tudo bem, cuco. Eu passo mais tarde.
              O gato deu um passeio pela cidade e voltou.
             _ O canário chegou?
               _ Cuco, cuco... Onze e meia _ O cuco do relógio bateu.
              _ O canário saiu para almoçar...    

 O que o gato fez quando ficou sabendo que o canário foi tomar café:
A (  ) Deu um passeio pela cidade.
B (  ) Foi logo avisando as horas.
C (  ) Passou na casa do canário.
D (  ) Saiu para almoçar.

Questão 7
O Menino Rico
Nunca tive brinquedos.
Brinco com as conchas do mar
e com a areia da praia
brinco com as canoas dos coqueiros
derrubadas pelo vento.
Faço barquinhos de papel
e minha frota navega nas águas da enxurrada.
Brinco com as borboletas nos dias de sol
e nas noites de lua cheia
visto-me com os raios do luar
e na primavera teço coroas de flores perfumadas.
As nuvens do céu são navios
são bichos, são cidades.
Sou o menino mais rico do mundo
Porque brinco com o universo
porque brinco com o infinito.
NASCIMENTO, Maria Alice do. O diário de Marcos Vinícius. Rio de Janeiro: Nova Fronteira,1985.

- O texto fala das brincadeiras de um menino. Ele se acha o menino mais rico do mundo por que:
A (  ) ele pode brincar com as conchas na areia da praia.
B (  ) ele transforma tudo o que existe à sua volta em brincadeira.
C (  ) os barquinhos de papel navegam nas enxurradas com sua frota.
D (  ) os brinquedos tradicionais deixam a criança infeliz.

,

Questão 8


O sono

Toda criança deve ter a melhor qualidade de sono possível. Para isso, é importante dormir com uma roupa limpa, de acordo com a temperatura do dia, com pouca luz e com o mínimo de barulho. Na opinião dos médicos, toda criança deve dormir, no mínimo, 8 horas por dia.

Risque o quadrinho que mostra a OPINIÃO dos médicos sobre o sono:

      A (  ) criança deve usar roupa limpa para dormir.
      B (  ) O ideal e que haja o mínimo de barulho para dormir.
      C (  ) Toda criança deve dormir, no mínimo, 8 horas por dia.
      D (  ) O local onde a criança dorme deve ter pouca luz.



Questão 9
A FORMIGA E O GRÃO DE TRIGO
Durante a colheita, um grão de trigo caiu no solo. Ali ele esperou que a chuva o
enterrasse. Então surgiu uma formiga que começou a arrastá-lo para o formigueiro.
– Por favor, me deixe em paz! – protestou o grão de trigo.
– Mas precisamos de você no formigueiro – disse a formiga – se não tivermos você para nos alimentar, vamos morrer de fome no inverno.– Mas eu sou uma semente viva – reclamou o trigo. – não fui feito para ser comido.
Eu devo ser enterrado no solo para que uma nova planta possa crescer a partir de mim.
– Talvez – disse a formiga –, mas isso é muito complicado para mim. E continuou a arrastar o trigo.– Ei, espere – disse o trigo. Tive uma idéia. Vamos fazer um acordo!
– Um acordo? – perguntou a formiga.– Isso mesmo. Você me deixa no campo e, no ano que vem, eu lhe dou cem grãos.
– Você está brincando – disse a formiga, descrente.– Não, eu lhe prometo cem grãos iguais a mim no próximo ano.
– Cem grãos de trigo para desistir de apenas um? – disse a formiga, desconfiada. –
Como você vai fazer isso?
– Não me pergunte – respondeu o trigo –, é um mistério que não sei explicar.
Confie em mim.
– Eu confio em você – disse a formiga, que deixou o grão de trigo em seu lugar.
E, no ano seguinte, quando a formiga voltou, o trigo tinha mantido sua promessa.

                                                                       (FÁBULAS do mundo todo: Esopo. 

  O grão de trigo caiu no solo esperando que:
A (  )  a formiga o levasse para o formigueiro.
B (  )  outros grãos de trigo fossem procurá-lo.
C (  )  o vento o levasse para longe dali.
D (  )  a chuva o enterrasse.

Questão 10
                                                    A bailarina
Cecília Meireles

Esta menina tão pequenina quer ser bailarina.
Não conhece nem dó nem ré,
mas sabe ficar na ponta do pé.
Não conhece nem mi nem fá
mas inclina o corpo para cá e para lá.
Não conhece nem lá nem si,
mas fecha os olhos e sorri.
Roda, roda, roda com os bracinhos no ar
e não fica tonta nem sai do lugar.
Põe no cabelo uma estrela e um véu
e diz que caiu do céu.
Esta menina tão pequenina quer ser bailarina.
Mas depois esquece todas as danças,
e também quer dormir como as outras crianças.
In Ou isto ou aquilo, Ed. Nova Fronteira

 Nos versos “Não conhece nem dó nem ré, / mas sabe ficar na ponta do pé”,
podemos entender que:

(a) ela não sabe dançar e, portanto, não sabe ficar na ponta do pé.
(b) ela não conhece como se faz a música, mas sabe dançar como uma verdadeira
bailarina.
(c) ela sabe dançar e conhece as notas musicais.
(d) ela conhece as notas, mas é muito pequena para ser bailarina.



 O tema desse texto é:
(a) a dança e as notas musicais.
(b) a menina e as notas musicais.
(c) o amor da menina pela dança.
(d)a dança.




Questão 11

Quem tem medo de vampiro?

       As lendas sobre monstros que chupam sangue existem há milhares de anos, nos
mais diferentes países. Além de assustar crianças, essas histórias já deixaram muitos
adultos de cabelos em pé. Se você também tem medo de encontrar um vampiro,
pode relaxar: eles não existem de verdade e servem apenas para a gente se divertir
com filmes, novelas e livros sobre o assunto.

Revista Menina Mania. Ano 4, nº8, setembro, 2003. p.3.
 

 Na frase “essas histórias já deixaram muitos adultos de cabelos em pé”, a expressão  destacada significa que os adultos ficaram:
A) Com os cabelos sujos.
B) Com os cabelos bagunçados.
C) Com raiva dos vampiros.
D) Com medo dos vampiros.




Questão 12

QUEM TEM ASAS

Passarinhos
São os mais coloridos
Dos anjinhos.
                                                             
Passarinhos
São crianças.

Enquanto eles voam
Porque são o que são,
Elas podem voar
Com as asas
Da imaginação.
                                                 Fonte: ‘Fora da gaiola e outras poesias’
Este texto é um poema por que:
A) (   )  É organizado em três partes.
B)(   ) Fala de passarinhos e de imaginação.
C)(   ) Se organiza em versos e estrofes.
D)(   ) As palavras passarinhos e anjinhos rimam.

No texto, a sonoridade das palavras “passarinho” e “anjinhos” nos transmitem um sentimento de:
A)(   ) delicadeza.
B)(   ) satisfação.
C) (   ) diversão.
D)(   ) insegurança.

 Os trechos “Enquanto eles voam / Porque são o que são” estão falando algo sobre:
A)(   ) as crianças.
B) (   ) os coloridos.
C)(   ) os anjinhos.
D)(   ) os passarinhos.

Nos trechos “Elas podem voar / Com as asas / da imaginação”, a palavra “elas” refere-se a:
A)(   ) passarinhos.        B)(   ) crianças.         C)(   ) imaginação.                D)(   ) asas.


Questão 13
                                        O louco e o pingüim

O louco acorda de manhã e encontra um pingüim no quintal. O vizinho do louco, que estava espiando pelo muro, faz uma sugestão:
- Por que você não leva o pingüim para o zoológico?
- Boa idéia! Vou levar.
No dia seguinte, o vizinho encontra o louco com o pingüim no colo.
- Ué!? Você não levou o pingüim para o zoológico?
- Levei, sim. Hoje vou levá-lo ao parque de diversões e amanhã vamos ao shopping center.                                                                           Fonte: “Meu primeiro livro de piadas
“Hoje vou levá-lo...” . Nesse trecho, “lo” se refere:
A) (   ) Ao louco.     B)(   ) O vizinho.     C) (   )Ao pingüim.     D)(   ) Não se refere a ninguém.

Questão 14
                                                                 O LOBO E O BURRO
            Um burro estava comendo quando viu um lobo escondido espiando tudo o que ele fazia. Percebendo que estava em perigo, o burro imaginou um plano para salvar a pele.           Fingiu que era aleijado e saiu mancando com a maior dificuldade. Quando o lobo apareceu, o burro, todo choroso, contou que tinha pisado num espinho pontudo.
            - Ai, ai, ai! Por favor, tire o espinho de minha pata! – implorou – Se você não tirar, ele vai espetar sua garganta quando você me engolir.
            O lobo não queria se engasgar na hora de comer seu almoço, por isso quando o burro levantou a pata ele começou a procurar o espinho com todo o cuidado. Nesse momento o burro deu o maior coice de sua vida e acabou com a alegria do lobo. Enquanto o lobo se levantava todo dolorido, o burro galopava satisfeito para longe dali.
                                                                                                                          Fonte: ‘Fábulas de Esopo’
Escolha abaixo a frase que melhor resume a história:
A)(   ) O burro aleijado.
B)(   ) A amizade dos animais.
C)(   ) A esperteza do burro.
D)(   ) O lobo faminto.

O lobo estava escondido espiando o burro porque queria:
A)(   ) assustá-lo.
B)(   ) comê-lo.
C(   ) conhecê-lo.
D)(   ) machucá-lo.
“O burro imaginou um plano”. Imaginou um plano quer dizer que o burro:
A)(   ) teve uma idéia.
B)(   ) queria fugir.
C)(   ) viu o lobo.
D)(   ) se escondeu.

Questão 15
LEIA OS TEXTOS E RESPONDA A QUESTÃO.

Texto 1. ELEFANTE

Um dos campeões da comilança no reino animal e o elefante. Ele é o mamífero terrestre maior do mundo e, para se manter sempre em forma, passa boa parte de sua longa vida comendo. Chega a consumir cerca de 250 quilos de folhagem e capim por dia. Para  matar a sede, bebe em media 200 litros de água. Não é a toa que pode pesar ate 7 toneladas.


Texto 2. BEIJA-FLOR

O beija-flor gasta muita energia e precisa comer bastante. Ele bate as asas 70 vezes por segundo, voa de lado, de costas e ate de cabeça para baixo. Para fazer tantas acrobacias, suga o néctar de ate 1.500 flores por dia e ingere também insetos que tem muitas proteínas.  Fonte: CONHECA alguns bichos… Recreio, São Paulo, ano 4, n. 196, 11 dez. 2003.
  
Os textos “Elefante” e “Beija-flor” têm um assunto comum. Nos dois, os animais

A)brigam muito.
B)comem muito.
C)dormem muito.l
D)passeiam muito.


Questão16
                                                              BOLHAS DE SABÃO
A beleza, os formatos e as cores das bolhas de sabão encantam muita gente. Uma característica super bonita, que encanta todo mundo, são as cores que se distribuem na película de sabão. Se você fizer bolhas perto da luz, vera um verdadeiro arco-íris!
O primeiro passo e conseguir pedaços de arame, se possível, encapados. Depois, prepare uma solução de água e sabão. E muita, muita criatividade. Deixe a imaginação correr, crie bolhas maiores, menores, das mais variadas formas…

                                                                                          Fonte: BOLHAS de sabão. Ciência Hoje das Crianças

No texto percebemos que o autor se refere diretamente ao leitor em:

A)“ Se você fizer bolhas perto da luz, verá um verdadeiro arco-íris!”
B)“ Uma característica super bonita, que encanta todo mundo.”
C)“ As cores das bolhas de sabão encantam muita gente.”
D)“ O primeiro passo é conseguir pedaços de arame.”




2 comentários:

Anônimo disse...

otimossssssssssssssss

Cintia Douglas disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.

Postar um comentário

DEIXE SEU RECADO.

visitantes on line